João Ferreira

DSC_0101.jpg

Sinopse

As vidas da Peneda

Nos últimos anos, a Serra da Peneda tem sido dentro do parque, a área que mais visito. Fotografar fauna neste local tem sido um desafio, mas sobretudo tem-se revelado compensador. A variedade de fauna é fantástica, os diferentes biótopos potenciam essa variedade e potenciam muitas e diferenciadoras oportunidades de fotografia, o clima volátil e austero pode ser visto como uma dificuldade a nível físico ou a nível do material, mas é também o que torna este local tão especial. Os trabalhos fotográficos que aqui comecei correm ao sabor do tempo, dos ciclos próprios da natureza, entre estações cada vez mais incertas. Os dramas familiares dos lobos, as ameaças latentes aos anfíbios ou a variedade fantástica de repteis, são tudo histórias de vidas que esta paisagem tem para nos contar. As fotos que venho apresentar, são resultado de muitas visitas durante várias épocas, ora com objectivos bem definidos, ora sem itinerário prévio, com a ideia de explorar novas abordagens e locais. Espero aqui demonstrar a riqueza faunística de um local que me é tão especial.

Biografia

João Ferreira, nascido em Braga, em 1987, cedo revelou grande entusiasmo pelo mundo natural, especialmente pela fauna, “devorando” documentários e livros sobre o tema e procurando a fauna que se poderia encontrar nas imediações de um ambiente rural. Fotografo de natureza desde 2014, de forma principalmente autodidata, começou por explorar fotograficamente as zonas florestais de Braga e o Parque Nacional Peneda Gerês.

 Entende a fotografia de natureza como uma forma de documentar os seres vivos e ecossistemas, mas também, como uma forma de arte, que faz a ponte entre a sensibilidade humana e o mundo natural, sendo por isso uma ferramenta fundamental para a preservação dos valores naturais.

 Passaram pelas suas lentes espécies como o Lobo ibérico, grifo, salamandra lusitânica, vaca loura e muitos outros.